Início

Manguezal



Os manguezais são sistemas ecológicos localizados na interface dos meios marítimos, fluviais e terrestre, na faixa de fluxo e refluxo das marés, junto aos estuários e aos baixos cursos fluviais.

Manguezal do Rio Cocó



Os manguezais são sistemas ecológicos localizados na interface dos meios marítimos, fluviais e terrestre, na faixa de fluxo e refluxo das marés, junto aos estuários e aos baixos cursos fluviais.

A ocorrência de manguezais ao longo da costa está associada à topografia local e à presença de rios que, em seu curso inferior, percorrem terrenos planos, extensos e ligeiramente acima do nível do mar. Estes rios formam um trajeto meândrico que percorrendo lentamente em seu leito atingem o mar. São diariamente, duas vezes, represados pelas ondas da maré cheia que, ao vencer a forte correnteza a partir da foz, sobem penetrando em todos os seus tributários e elevando o nível geral das águas em média 50 a 70 cm, o suficiente para extravasarem suas margens, cobrindo-as inteiramente. A mistura deste ecossistema líquido - água doce/água salgada – com suas partículas de argila e de material orgânico em suspensão, quando transborda, determina rapidamente sua sedimentação, com consequente formação de um solo limo-pantanoso, ao longo do curso inferior. Sobre esse tipo de solo desenvolve-se a vegetação de manguezal, limitada pelo teor salino e pela carência de oxigênio no substrato enxarcado, com reflexo na seleção de uma flora apropriada.

Em sua maioria, os manguezais estão localizados na Ásia (predominantemente na Malásia e na Índia), na África , Atlântica (particularmente na Nigéria e no Senegal) e na América Atlântica (principalmente no Brasil e na Venezuela).

Quanto a área de ocupação no Brasil, se distribui entre o Cabo Orange (Amapá) e o Rio Araranguá (Santa Catarina), sempre em conjuntos florísticos isolados pela própria natureza dos ecossistemas fluviais. No Nordeste brasileiro, estão limitados às baixadas costeiras, que representam áreas de transição entre o oceano e os níveis mais elevados localizados no interior da faixa litorânea.

Os manguezais constituem um dos principais componentes da múltipla paisagem ecossistêmica encontrada na zona costeira.

A função dos manguezais no ambiente costeiro está relacionada aos aspectos físicos e biológicos, participando especialmente do transporte e deposição de sedimento às formas estuarinas (lagunas e baías), produção de detritos orgânicos e na auto sustentação do ciclo biológico.

Alterações representativas sobre os manguezais ocorrem por elementods integrantes de unidades e mesmo de sistemas vizinhos pela modificação dos processos hidrológicos, hidrodinâmicos e de sedimentação, quando relacionados à períodos de curta e média duração.

O Brasil possui de 10.000 a 25.000 km2 de manguezais, enquanto que no mundo inteiro existem 162.000 km2 desse ecossistema.

Os manguezais apresentam maior desenvolvimento na faixa entre os trópicos de Câncer e Capricórnio (23o 27’N e 23o 27’ S), estendendo-se ocasionalmente até as latitudes de aproximadamente 32o N e 39o S, quando apresentam menor desenvolvimento devido ao clima frio, sendo que seu desenvolvimento máximo tende a ocorrer próximo à linha do Equador.

Manguezais cearenses

Manguezal do Rio Cocó
Manguezal do Rio Ceará
Manguezal do Rio Pacoti

imprimir   enviar por email

ilustração
PROGRAMA PARQUE VIVO - Centro de Estudos Ambientais Costeiro CEAC/LABOMAR
R. Cel Ednardo Weyne, s/n - Bairro: Mangabeira CEP: 61.760-000 - Eusébio - CE
Fone/Fax: (85) 3229-8718
Oktiva - Soluções web sob medida
Oktiva - Construção, Criação e Desenvolvimento de Sites em Fortaleza, Ceará